#MarçodeIgualdade

Março de Igualdade 30 | 31 – Eles por Elas

30 março, 2016
março-de-igualdade-30---capa-site

Por André Rocha

Estamos chegando ao fim desse manual. Esse é o penúltimo post do #MarçodeIgualdade. E escrever o “Eles por Elas” faz com que sinta uma honra indescritível. Principalmente por ver que nem todos conseguem enxergar a honra que é fazer parte do grupo que pode ser denominado “Eles por Elas”.

Sim, é uma honra indescritível, pois a mulher é o ser mais sagrado e mais perfeito já criado! É invejável – no bom sentido – a capacidade que a Mulher tem em ser multidisciplinar em todos os aspectos de sua vida!

Sinto-me honrado por ser parte da vida de Mulheres comuns e ao mesmo tempo incríveis. Sou filho, irmão, marido…  E tento, na minha imperfeição, me espelhar nessas Mulheres que dentro de suas limitações realizaram e realizam feitos que tornam o mundo um lugar melhor. Essas Mulheres alimentam, educam, criam coisas extraordinárias – inclusive pessoas.

Enquanto escrevo vou me lembrando de muitas Mulheres que escreveram com ouro em minha história… Quantas colegas, amigas, professoras que contribuíram para moldar o meu caráter e fizeram com que hoje eu pudesse me declarar, sem sombra de dúvida, um homem feminista!

Sim! Eu sou feminista! E feminista é uma das palavras que me define. Sou pai do Pedro, um bebê de 1 ano e meio e tenho o criado de modo que ele possa crescer honrando todas as mulheres em todos os aspectos.

Quero que ele cresça contribuindo com os afazes de casa, cedendo seu lugar no transporte público – independente da idade de quem estiver em pé. Quero que ele cresça respeitando todas as pessoas e exaltando todas as mulheres. Quero que ele cresça escrevendo singelos bilhetes e dando flores à nossa musa maior. E que também que não tenha vergonha de carregar uma simples rosa pela rua enquanto recebe olhares de espanto. Quero que quando ele for adolescente e jovem, não seja uma babaca qualquer que “pega as mina”. Quero que não tenha vergonha de chorar ou se mostrar sensível pra “não passar a impressão de não ser macho, afinal de contas, homem não chora”. Quero que não tenha vergonha de demonstrar seu amor em público. Quero que tenha a honra de ser marido de APENAS UMA Mulher e pai zeloso de sua família. Ser assim e educa-lo dessa forma é a pequena contribuição que posso dar nessa urgente e inerente necessidade de mudança em nosso mundo…

Utópico? Céticos dirão que sim. Mas sou parnasiano. Acredito na valorização e beleza de cada detalhe, na assombrosa grandeza que existem nas coisas pequenas e no culto à forma. E é exatamente isso que consigo enxergar na Mulher: forma inalcançável, beleza incondicional e riqueza em todo e qualquer detalhe. Sem dúvida, a Mulher é o ser mais perfeito que a natureza já viu…

março-de-igualdade-30

You Might Also Like

No Comments

Leave a Reply