Vivências Fotográficas

Edivanildes Damiana de Castilho Reis

27 junho, 2016
Sem Título-1

Meu nome é Edivanildes Damiana de Castilho Reis, sou soteropolitana e tenho 53 anos. Sou assistente social há dois anos e meio, um sonho que realizei com mais de 40 anos. Fui casada duas vezes e tenho duas filhas que já são adultas, lindas e maravilhosas! São meus grandes amores nesta vida.

Para mim ser mulher é ser uma criatura importante, temos o dom de procriar, a função de instruir e orientar, essa responsabilidade de cuidar de outras criaturas é muito importante em minha opinião. Eu gosto de ser mulher e sempre me senti muito bem, mas vivi situações difíceis de preconceito e de agressão verbal. Infelizmente, eu escutei das pessoas quem mais amava que eu não valia nada e que não tinha futuro algum. Que tudo que eu tentasse realizar seria um fracasso, uma perda de tempo. Ouvi sim que eu não tinha motivos para estudar e que lugar de mulher é no fogão.

Crescer ouvindo essas palavras criou em mim uma angústia que transformava minha vida em pesadelo, mas eu sempre fui uma mulher ousada. Dizer que eu não vou conseguir fazer algo
me estimula ainda mais a ir lá e fazer, surpreendendo a todos e a mim mesma. Nessa luta pela superação da crítica que consegui chegar aonde cheguei. Primeiro consegui formar minhas filhas – uma estudou Comunicação Social e outra Administração, e depois fui fazer minha faculdade de Assistência Social.

Para todas as outras mulheres eu digo se amem, quando nos amamos superamos qualquer obstáculo. Não se deixe levar por qualquer critica ou ofensa, seja superior e mostre seu valor.

You Might Also Like

No Comments

Leave a Reply